Como saber se uma agência é boa ou ruim?

A ESCOLHA ERRADA DE UMA AGÊNCIA DE PROPAGANDA PODE SER TÃO PERIGOSA QUANTO A DE UM PARCEIRO PARA CASAMENTO – SÓ QUE NO CASO DA AGÊNCIA O ERRO SAI MAIS CARO

  • Visite a agência e conheça a estrutura à disposição e os profissionais que vão trabalhar diretamente na sua conta;
  • Analise quem são os clientes que confiam na agência. Mas veja se é cliente mesmo, peça para ver trabalhos e cases;
  • Veja se a agência é certificada pelo CENP (Conselho Executivo de Normas-Padrão) temos 5 boas agências certificadas em Santa Cruz do Sul. Isso garante que ela cumpre uma série de requisitos, principalmente éticos.

O primeiro passo para se escolher uma boa agência é conversar com as pessoas do meio para saber quem é bom e quem não é; estudar o trabalho de algumas, visitar cinco, escolher três e conversar com as pessoas que formam a equipe dessas agências.

É altamente recomendável e sadio perder três quatro reuniões conversando para medir a compatibilidade cultural entre a empresa e agência. Principalmente para sentir o nível da equipe.Agência é equipe. Qualquer arranjo de profissionais de primeira linha em princípio dá uma boa agência.A competição entre as boas se faz a partir das diferentes formas de arranjo, operação e filosofia dentro dos quais irão trabalhar bons profissionais.

Nesse sistema de seleção, as agências desafinadas com seus objetivos são facilmente detectadas. Não dá para esconder: após uma boa conversa, a incompatibilidade é mais vistosa que um rinoceronte pintado de vermelho.Não há como enfiá-lo debaixo da mesa. Uma agência pode até ser adequada a outro tipo de cliente. Masse apresenta como boas as peças que você acha ruins, dificilmente irá trabalhar bem com você.

Por isso é indispensável haver compatibilidade entre o modelo no qual a agência é eficiente e as características da empresa à qual emprestará seu talento. Não existe uma configuração única para aquilo que o anunciante possa considerar a melhor agência. Isso é verdade para empresa de qualquer setor.

Existem agências pequenas que fazem um excelente trabalho para seus clientes. Existem agências médias e grandes cujo trabalho é medíocre, e vice-versa.

Em qualquer caso, antes de tomar a decisão final, faça um exercício de imaginação. Imagine-se trabalhando com a equipe da agência. Se você não se sentir bem, parta para outra escolha. Um bom trabalho de comunicação tem que ter continuidade. Você precisa conviver pelo menos alguns anos com a mesma equipe.